sábado, 27 de fevereiro de 2016

"Que tipo de exercício é melhor para a saúde do seu cérebro?"

Pessoal, Bom Dia!

Vi este artigo hoje. Vou tentar localizar o estudo que foi citado neste artigo.

"Alguns tipos de exercícios físicos podem ser muito mais efetivos para melhorar o funcionamento do cérebro, segundo um novo estudo feito em ratos. Pela primeira vez, os cientistas compararam os efeitos neurológicos de três exercícios: corrida, musculação e treinos intervalados de alta intensidade. Os resultados surpreendentes sugerem que se esforçar demais pode não ser a melhor opção para a saúde do cérebro no longo prazo"

Artigo na íntegra aqui.

Artigo publicado originalmente na The New York Times, de Gretchen Reynolds, publicado aqui pelo site da UOL em 27/02/2016.

Assim que eu ler o referido estudo, transmito aqui minhas impressões. Mas trata-se de um avanço significativo, na correlação dos benefícios de determinados exercícios físicos no cérebro.


Boa leitura, excelente final de semana e bora suar a canela!!


sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Correr, uma paixão.

Sou Professor de Educação Física desde 2006, completando então, 10 anos de profissão. Percorri diversos caminhos durante este tempo passando por vários estágios e iniciando minha vida profissional em algumas escolas da capital. Em 2008, fui aprovado em concurso público na Prefeitura de Goiânia, passando a integrar o quadro de Professores da Secretaria Municipal de Goiânia. Naturalmente, meu foco de atuação foi a educação física escolar, com experiências que oscilaram em termos de satisfação pessoal. Houve momentos ruins, bons e excelentes. Tudo acaba servindo como aprendizado e entendimento que a vida profissional para ser um oceano azul e tranquilo, leva tempo e paciência, para superar as adversidades que aparecem. Naturalmente, houve momentos em que quis desistir da minha profissão. Todos sabemos as dificuldades que nos apresentam enquanto professores da Rede Pública. Em 2010, sentindo dores na região inguinal, fui submetido a uma cirurgia de hérnia. Fiquei afastado durante dois meses do exercício profissional. Morava em um prédio que dispunha de uma esteira e alguns poucos equipamentos na sala de Ginástica. Naquele momento, passava um período de ostracismo, considerando que tive vida regular de atleta até o fim da faculdade. Depois, com emprego, casamento e filho, me descuidei. Cheguei a pesar 100kg. A academia do prédio estava ali. Quando enfim meu médico me liberou, resolvi subir na esteira do prédio. Como eu sempre achava desde então uma atividade maçante, de ficar inerte, sem direção, apenas se movendo sem sair do lugar, nunca havia me interessado. Mas lutei contra essa opinião, sai da inércia e quando vi, já estava mais leve, correndo um pouco e começando a correr na rua. Aquilo estava começando a me empolgar. Me sentia assustadoramente leve e feliz após a atividade física. Sem peso de consciência, me alimentando bem, sem restrições.
Novamente, pela exigência do trabalho, comecei a encarar rotinas que iam até tarde da noite. Deixei a atividade física de lado, pois no meu tempo livre, a prioridade era o convívio com meu filho e minha mulher, que logo estaria grávida novamente de nossa menina.
Voltei a estaca zero, 100kg, me afastei da Educação Física em 2012, para exercer outras atividades. Nesse ano, as idas  à emergência do hospital estavam começando a ficar frequentes. Não havia nada de errado. Mas o sedentarismo, a má alimentação e a pressão arterial começavam a cobrar o preço. Tinha apenas 27 anos de idade na época. Tenho um trauma enorme de hospitais. Eis que num de menus chiliques, querendo ir embora do hospital um enfermeiro me disse: "Se cuida para não ficar doente, que você não tem que passar por isso". Frase simples, que surgiu um efeito que persiste e durará para sempre. Sai do hospital e fui logo calçar um tênis e enfrentar a inércia. É incrível como nosso corpo luta para que você não faça nada. Apenas fique quieto, curtindo pipoca e televisão. Ainda hoje, me pego com aquela preguicinha básica. Mas quando começo a correr.... Tudo passa!
Desde então, participei da minha primeira prova de 5km incentivado pela minha mãe, que na altura dos seu 56 anos, me causava um preocupação infundada, pois ela corria provas de 5km, 10km numa velocidade que eu ficava espantado. Meu pai então, que sempre caminhou e corre ainda hoje, é um dos grandes exemplos que tenho. O cara nunca reclamou de nada na vida. Sequer passou na porta de um hospital. Genética ajuda. Meu avô, com 90 anos, nunca viu bisturi. A mamãe então... Tudo para ela é coisa a toa. Tudo passa. Muita coisa mudou na minha vida. Filha nasceu, fui aprovado em outro concurso público, corri a São Silvestre!
Exemplos e motivação não me faltam e não deveria faltar para você caro leitor. De 100kg fui para a casa dos 70kg, oscilando entre 77kg - 80kg. Em épocas de treino intenso, chego a 74kg. Pressão Arterial de menino levado, na casa dos 11 x 6. Nada de dietas. Tudo construído na base de inúmeras provas que participo na capital desde 2012,  algumas fora daqui. Vivo bem melhor, acho sempre meu tempinho para correr, curto meus filhos com tranquilidade e com qualidade no tempo. Sempre corro em horários que não irão me privar muito do convívio familiar. Inúmeras vezes que a madrugada fria de 4h me viu circulando pelo asfalto dessa cidade, com um medo danado, mas a alegria de uma teimosia em cumprir o treinamento do dia.
Vejo a vida com muito mais alegria. No fim da São Silvestre de 2015 a segunda que participei, estava tão feliz, extasiado com aquilo tudo, que escrevi as seguintes palavras, com a qual fecho,esse depoimento que espero que o motive a correr:


"Há quem interprete a vida sob diversos olhares. Eu interpreto na magia da corrida as razões para continuar vivendo. Há algo mágico na corrida que brota uma transfusão de sentimentos. O início é esplendoroso. Terreno fértil da empolgação de encarar com ímpeto e velocidade a encarada de um novo desafio. Mas a vida ensina que começar com cautela, tranquilidade, navegando a passos calmos, permitem que você consolide o caminho a ser seguido sem a perda da empolgação inicial. No decorrer as armadilhas da empolgação desmedida cobram o preço. As pernas começam a cansar e o foco começa a sumir... Mas a vida me ensinou que navegar tranquilo com a mesma impetuosidade de um começar tranquilo garantem serenidade para continuar até o fim com o sorriso de uma criança estampada. A cada curva há quem enfrente com resiliência a dor de ter de curvar o tempo todo. Enfrento com serenidade com as pernas que me garantiram que cada curva é a chance de um novo recomeço. Na reta final, nas  inúmeras subidas que se apresentam, há muitos parados no caminho. Não aguentaram a dor. Mas continuam com o corpo destroçado. Aprendi a subir com resistência, enfrentando com calma e paciência e sabendo que a subida dói, mas sempre acaba. A descida é o terreno fértil dos inconsequentes. Descem com uma velocidade fantástica, mas não consegue contornar as curvas e enfrentar as subidas com a mesma força. Desço sempre atento, alheio aos pedidos de ir mais rápido. As armadilhas sempre de escondem nos caminhos fáceis. A chegada é um oásis para aqueles como eu que entenderam que o importante é viver respeitando cada momento e entendendo as adversidades e as suas próprias limitações. Mas é a chegada dolorosa daqueles que mal conseguem se sustentar em pé. Enquanto Deus me der forças, irei enfrentar cada curva, subida e descida, rumo ao oásis da felicidade. Eu sou feliz! Sou corredor!"
Ricardo Carneiro Rocha



terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Jornal Diário da Manhã - Artigo sobre alongamento

A todos, meu Artigo sobre Alongamento x Aquecimento foi publicado no Diário da Manhã, jornal do Estado de Goiás, no dia 22/02/2016.

Vocês podem visualizar a matéria no link abaixo. O texto também está disponível aqui no blog.

Diário da Manhã


Obrigado a todos!!

Aplicativos para corrida e acessórios em geral.

Houve um tempo em que para correr, bastava um bom par de tênis, roupas adequadas e pé no asfalto. Ainda é assim, mas com a inserção dos smartphones no mercado e a  revolução tecnológica acompanhada pela oferta de aplicativos para celular, correr ficou ainda mais interessante. É possível obter inúmeros detalhes da sua atividade física, que variam desde o básico até detalhes minuciosos do trajeto, via GPS.

A grande vantagem do smartphone, é o custo e praticidade. É possível ouvir música, gravar o trajeto e personalizar de acordo com o gosto do usuário. O relógio continua sendo mais prático e conta com um mercado bem abastecido no que tange modelos, tecnologia e preço.

Aplicativos para celular:

Normalmente, os smartphones possuem três sistemas operacionais. O Android, maioria absoluta em aparelhos da Samsung, Motorola, LG e várias outras, o iOS exclusivo dos iPhones da Apple e por fim o Windows, presente em aparelhos da Nokia.

A oferta de aplicativos é farta para os aparelhos com Android e iOS. Os aplicativos para Windows ainda não chegaram ao patamar de oferta dos outros sistemas operacionais, mas possuem ótimas opções.

Existem aplicativos pagos e gratuitos obviamente. Mas gratuitos, existem vários, embora alguns deles funcionam limitadamente, "forçando" o usuário a comprar um pacote mais completo de determinado aplicativo, como o Runstastic por exemplo.

Minha intenção aqui é expor os aplicativos que considero bons,  que já usei ou uso, mas sem entrar em detalhes maiores em relação as minhas impressões, para não correr o risco de privilegiar um em detrimento de outros, que podem ser igualmente bons aos olhos de vocês.

Segue listagem, mas lembre-se, alguns deles não estão disponíveis para todos os tipos de sistemas operacionais do celular:

  • Nike+ Running
  • miCoach Adidas
  • Runtastic
  • Endomondo
  • RunKeeper
  • SportsTracker
  • Strava

Os aplicativos acima mencionados, tem boa aceitação, avaliação positiva dos usuários em geral, boa funcionalidade, design e praticidade. Esporadicamente, neste blog, farei apresentação mais sucinta de cada aplicativo, com fotos e mostrando dados reais. A intenção neste momento é apresentar os principais aplicativos, com o cuidado para inferir qual ou quais são melhores. Gosto é pessoal! O que posso dizer, é que todos funcionam de acordo com o que propõem e não costumam apresentar problemas.


Acessórios e vestuário para corrida:

Existem muitas variedades de produtos para todo tipo de corredor, gostos e preço. De um modo geral, para que a corrida seja confortável, recomendo somente vestuário básico, atento para os shorts leves, curtos e com boa ventilação. Camisetas com material leve, fresco, estilo poliamida. Meias de cano baixo, material resistente e confortável.

Outros acessórios ou vestimentas como bermuda térmica, aparelhos de mp3, ficam a gosto do usuário. Não afetando o desempenho, nem causando desconforto, tudo vale e pode. As bermudas térmicas são uma boa escolha sobretudo nas corridas matinais e em dias frios ( haverá um momento em que esse assunto será melhor discutido no blog ).

Deixarei aqui disponível o link para acesso duas lojas esportivas, com variedade enorme de produtos e marcas.


Tênis de Corrida

Em relação aos tênis de corrida, muita atenção. Existe muita propaganda e inúmeros mitos. Existe uma tendência em privilegiar determinadas marcas, em função do tamanho marketing. Não ache que isso conta. A Nike por exemplo, possui excelentes produtos esportivos, mas fica devendo em relação a tênis de corrida, se comparado com a oferta e qualidade dos produtos da Mizuno e Asics, por exemplo.

Normalmente em revistas especializadas, existem avaliações, mas com muitas informações que um corredor leigo não saberá identificar com facilidade qual a funcionalidade de determinada característica/tecnologia.

Na escolha do tênis, não se deixe levar pela inscrição "running" na lateral de um tênis. Tênis de corrida normalmente  tem preço de R$ 300,00 e costumam ir até a casa dos R$ 1.000,00. Para facilitar a escolha por um modelo e marca, experimente o modelo, conforto em primeiro lugar, independente do tipo de pisada. Há estudos que desconsideram esse tipo de característica, pois entendem que o tênis se adapta aos pés do indivíduo, fala ainda mais que essa questão da pisada é jogada de marketing, para dar a ideia que o tênis foi criado para você. Mas é um assunto controverso ainda. Eu particularmente, não considero o tipo de pisada de cada um, exceto casos muito específicos. A técnica de corrida é ajustável a todos.

Voltando ao ponto, prefira tênis que sejam confortáveis, com espaços de ventilação, amortecimento eficaz, palmilha com material de qualidade e a região do cadarço com bom desenho, anatômico. Para orientar na escolha, facilito a visualização de bons modelos aqui, com três marcas que possuem boa variedade de tênis e aceitação de mercado. São elas:


Observe que há tênis de todos os preços. Os que são até R$ 250,00 normalmente são tênis mais simples, indicado para caminhadas e corridas leves e de curta duração. Visualize os modelos e veja o solado de cada um, a vista lateral. É nítido a diferença dos modelos e você começará a entender a diferenciação dos preços. Eu particularmente, utilizo o Mizuno ProRunner 18, Mizuno Sayonara e Gel Nimbus 16 da Asics. Sempre revezo entre eles, seguindo inclusive a indicação do fabricante, em que o tênis deve ter pelo menos 24h de descanso para o uso, de forma a preservar as características originais do tênis ao máximo. 

Me preocupei nos últimos dias em dar dicas básicas, sem detalhar muito ou escrever um texto mais técnicos. O universo de assuntos inerentes a corrida é extenso e cada qual irá ter seu espaço aqui no blog. Logo, a gente começa a conversar com calma cada assunto aqui. Por ora, dicas básicas e orientações iniciais. Um grande abraço a todos!











sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Água? Gel? Carboidrato? Macarrão?

Nos dias de hoje, somos cada vez mais bombardeados com propagandas de alimentos "saudáveis", energéticos e outros. É notória a quantidade de conselhos e ofertas de produtos com a promessa de melhora no desempenho e amortização ( ou anular ) os desconfortos pós-exercício. Juntamente com isso, a água sempre aparece ali, recheada de mitos, verdades e achismos. Vou colocar aqui então, opinião pessoal e experiência prática que tenho com esses assuntos.

ÁGUA

Começamos então falando sobre a água. Me lembro que há cerca de 15 anos, ouvi aquela "máxima" que todos possivelmente sabem: " Devemos beber 2 litros de água por dia". Eu segui essa recomendação, sempre me recordando das constantes visitas ao banheiro com a urina limpinha, transparente, achando normal. Logo depois da faculdade, fui pesquisar sobre o tema. Descobri muitas coisas. Há quem, de forma simples e até direta, digam que isso é a maior "balela" que já inventaram até hoje. Há nutricionistas que recomendam e defendem essa filosofia. Enfim, há algumas considerações a serem feitas. É preciso estudar e se apoiar em estudos científicos em que há embasamento teórico plausível, com estudo de caso em grupos com uma quantidade significativa de indivíduos.

Portanto, recomendo que em situações normais, se hidrate normalmente, na medida em que sentir sede (quando não sentir sede o dia todo, não descuide, tenha o hábito de beber pequenas quantidades de água durante o dia). Normalmente mais em dias quentes. Na parte que nos interessa, se hidrate bem principalmente durante a atividade física. Durante a corrida, recomendo hidratação a cada 15, 20 min. Mas não vá se entupir de água. Beba pequenas quantidades, suficientes para manter seu corpo estável. Somente após o término da atividade, que você hidrata ingerindo maiores quantidades.

O mesmo vale para o uso de isotônicos. Mas saiba escolher produtos de qualidade. Não irei recomendar determinadas marcas explicitamente aqui, para não correr o risco de fazer marketing ou apologia a determinada marca. A única recomendação que faço, é que os isotônicos sejam consumidos de forma correta, dentro da atividade física. Não acho que seja bebida para tomar deliberadamente durante o dia. Durante a atividade física, pelo suor, há a perda considerável de água e sais minerais. Portanto ela atua também como regulador da temperatura corporal. Razões esta que justificam o uso de isotônicos. Mas nada que água em quantidades suficientes não sejam capaz de resolver.

 Antes de passar o próximo item, querendo saber mais sobre a hidratação e as quantidades de água, recomendo que vejam esse site do Dr. Dráuzio Varella, bem como o vídeo que se segue:

ALIMENTAÇÃO

Soa muito simples falar sobre alimentação no contexto da prática de corrida. E é. Portanto, cometemos erros simples, que poderiam ser facilmente evitados, tornando nossa prática esportiva muito tranquila. Compartilho com vocês que já houve situações em que senti desconforto gástrico, cólicas abdominais, vontade irrequieta de liberar o "cofre", "flatulência"( porque não existe nome mais feio do que esse). Mas acreditem. Isso tudo já me ocorreu na corrida, e o pior, por erros banais na minha alimentação.

Durante minha infância/adolescência, eu ostentava corpo atlético, frutos de uma vida de atleta de natação. Mas a minha alimentação não era lá muito regrada. Era digamos, alguém da geração fast food  e demais segmentos. Portanto eu nadava bastante e tinha o metabolismo diferenciado, pelo grande gasto energético. Na minha vida adulta, abandonei a prática de esportes (mesmo sendo Professor de Educação Física), em que eu cheguei a trabalhar os três turnos, me casei, tive filhos e num ciclo trabalho, casa (cama/sofá). De um corpo atlético, 70kg, cheguei aos 24 anos de idade com uma barriga bem esculpida, moldada pelos meus 100kg.

Procurei uma nutricionista e conheci aqueles famosos cardápios ("dietas"). Não consegui seguir nenhuma. A grande dica veio de dentro de casa, pela minha mãe. Coma o que lhe satisfaz. Mas saiba comer regularmente, nos horários e em quantidades razoáveis. Isso bastou.  Depois de idas e vindas, voltei a pesar 75kg. Descobri por mim mesmo a receita que funcionou para mim e funciona até hoje. Com o tempo, fui deixando de consumir determinados alimentos, trocando-os por outros mais saudáveis.

Eu não irei fazer apologia a alimentos orgânicos, saladinhas e frutas, ou coisas do tipo. Apenas me alimento bem hoje. Tenho o hábito de consumir frutas nos lanches, evito petiscar. Almoço bem, evitando frituras. Me permito, controladamente, consumir coisas que tanto gostamos, como chocolates, sorvetes, mas sempre em finais de semana, em quantidades suficientes. Ou seja. Nada de privações. Apenas aprendi a comer o necessário e dispensando do meu cardápio diário guloseimas e coisas de "padaria". Ainda como, mas esporadicamente. O segredo está em saber controlar o que come e não se privar daquilo que gosta.

Antes da corrida, evite alimentos pesados, prefira frutas e um pãozinho simples com queijo por exemplo. No dia anterior, muito se fala em consumir macarrão, para um estoque de carboidratos no dia seguinte. Válido, mas não é regra. Alimente-se bem todos os dias, que durante a corrida, o seu corpo estará bem cuidado. Nos dias de treino, como em todos os outros dias normais, mantenha uma alimentação equilibrada e leve. Coma aquilo que gosta, mas aprenda a abrir mão de frituras e outros. Durante a prova ou treino, aquela friturinha pode lhe causar sensações desagradáveis. Com o tempo, a própria atividade física ajuda a controlar a fome, a saciedade. Desde que atentei para minha alimentação em dias de treino e na corrida, raramente ocorre episódios desagradáveis. O segredo está em manter a alimentação o mais natural possível, evitando comidas prontas, congelados, enlatados e frituras. Mas não deixe de curtir sua feijoada, lasanha, churrasco, cervejinha, vinho ou outros. Saiba comer sempre nos dias certos e se programe quando há treinos e corridas. O segredo está na disciplina. Cada um faz a sua.

Muito se fala de barrinhas de cereais. Evitem. Um fruta cai bem melhor. Mais nutritiva e saudável. Há uma pobreza nutricional grande nessas barrinhas de cereais que são vendidas como saudáveis. Basta ver o rótulo dessas embalagens. Se ainda assim tiver dúvidas, pesquise sobre isso, converse com um nutricionista. A maioria não recomenda. É alimento industrializado, pobre em calorias.

Quanto aos uso de energéticos, eu particularmente, tenho ressalvas quanto ao uso. Basta pesquisar e verá que existem muitas opiniões sobre esse assunto. Eu sigo a ideia que o energético em forma de sachês por exemplo podem (mas não necessariamente) nos ajudar durante provas longas, como a São Silvestre, e outras de 21km, 42 km e superiores. Ás vezes tomo um sachê de gel no meio da prova, para me dar um "up". Mas nunca vejo muita diferença no uso. Costumo sempre treinar sem usar. O energético normalmente é composto de cafeína e taurina, que provocam maior aceleração cardíaca e uma sensação de energia extra. Mas trazem prejuízos ao sono e normalmente, há a "ressaca" posterior ao uso desses energéticos deliberadamente. Então, tenha cautela quando consumir esses produtos, seja em gel, ou líquido. Água, alimentação, sono regrado costumam ser os melhores energéticos que temos ao nosso dispor. A melhor sensação para mim particularmente, é o de estar "gasto" no fim da corrida. Dá uma sensação de alívio e prazer pela quantidade de endorfina liberada durante o exercício.

Obrigado e até a próxima!




quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Análise de percurso e dicas de corrida do "Dia de Saúde", da Unimed

No dia 27 de Fevereiro, a Unimed promove o evento "Dia de Saúde" como parte das comemorações de 38 anos da Cooperativa. Para isso, será feito uma corrida, com três opções de quilometragem, de forma a atingir todos os públicos. Largada no estacionamento do Estádio Serra Dourada, as 19h30.

Antes de expor detalhes sobre o percurso, dicas técnicas, algumas considerações:

  • Tenha o hábito de se alimentar bem todos os dias, não apenas na véspera da corrida;
  • Hidrate o corpo sempre na medida em que surgir sede ou de acordo com suas características fisiológicas. Não vá durante a prova ir se entupindo de água. Existem riscos quando há hiper-hidratação;
  • Chegue sempre com uma hora de antecedência nestes eventos. Tempo suficiente para fotos, encontrar amigos e fazer um breve aquecimento.
  • Lembre-se sempre: O maior prazer da corrida está em fazer o seu tempo, o seu ritmo, de forma que no fim você se sinta bem, realizado e tranquilo. Cuidado com "afobação" e "oba oba" nessas corridas. Não tente seguir o ritmo dos outros atletas.

Neste evento, haverá também percursos e distâncias curtas para crianças e adolescentes de até 12 anos de idade. Momento ótimo para reunir a família. Vamos então discutir sobre o primeiro percurso.


 Esse primeiro percurso de 3km é excelente para aqueles que estão iniciando as atividades, para caminhar com a família, e serve com um propósito muito bacana de estimular a prática de atividade física. Aproveite e leve aquele seu amigo que está tímido, parado, para que ele possa participar. A energia bacana desses eventos contagiam qualquer pessoa. Um bom argumento que se pode utilizar, é que estudos sugerem que 30 minutos de atividade física diária são suficientes para uma vida ativa e considerável diminuição de riscos de saúde. Não se acanhe, participe! É um percurso plano, sem dificuldades. Sugiro que aqueles que já iniciaram a prática, mas ainda não possuem condição de correr os 5k, tentem neste trecho fazer um trote leve, entre o km1 até o km2.


Este percurso tem vários segmentos que são utilizados em várias corridas de rua da cidade. Do início até o km 2 são trechos tranquilos, com pontos de declive. Há uma tendência do público acelerar principalmente em trechos de descida, mais ainda no começo, num êxtase de empolgação. Para corredores iniciantes, sugiro um começo em forma de trote, aumentando gradativamente a velocidade no espaço de 1km. Após essa estabilização, segurar o ritmo e manter até o fim. Não tente acompanhar outros atletas. Para os iniciados, já é possível iniciar num ritmo próximo ao que irá desenvolver durante o percurso, mas guarde a energia, para um final tranquilo, principalmente no trecho da Av. Fued José Sebba. O ideal nessa distância é desenvolver velocidade e ritmo maior sempre na metade final da prova, quando o corpo já está bem aquecido, adaptado e seguro, sem maior desgaste. Normalmente, são os trechos que exigem mais do atleta.  

  
Nesse percurso, diferente dos 5km, há várias oscilações entre trechos de descida, com trechos de subida. Normalmente, provas de 10km já se tem atletas com nível de treinamento maior e certa experiência. Não recomendo a ninguém iniciar a experiência em corridas de rua em trechos de 10 km. São trechos desgastantes e pesados para alguém que começou a treinar há pouco tempo. Observe na altimetria acima, que há oscilações nas subidas e descidas. No começo, na Avenida A, não imprima ritmo forte, faça uma estabilização da velocidade pretendida, com aumento gradual, pois logo a frente já se apresenta a primeira dificuldade no trecho da rua 88. Segure e mantenha a velocidade. Nada de esforço exagerado, pois logo depois entre a Praça do Cruzeiro e a Praça Cívica é um bom trecho para desenvolver um pouco mais a velocidade e manter o ritmo. Mas sempre equiblibrando o gasto de energia pois logo a frente, vem a subida da Avenida Universitária, talvez o ponto mais pesado da prova, onde há considerável número de atletas que poderão estar com ritmo bem diminuído, consequência de um começo afoito. A dificuldade maior da prova está justamente entre o km4 e o km8. Sabendo administrar bem, sem forçar muito, nos últimos 2 km dá para fazer um sprint bacana, possibilitando um término sem sufoco. Resumindo, nos primeiros 4 km, desenvolva velocidade e ritmo de maneira controlada e conservadora. Entre km4e km8, mantenha o ritmo e segure. Nos últimos 2 km há alivio e você pode aproveitar para usar o "gás" final.


 A hidratação nos três percursos é fundamental. Tente fazê-los de forma equilibrada e sem exageros. Na prova de 5km, hidrate ao menos uma vez durante a prova. Na de 10km, ao menos duas vezes. No próximo post, falarei um pouco sobre essa hidratação, uso de géis, carboidratos e dieta. Espero que tenham gostado desta análise. Muito Obrigado e até a próxima.

Ah! Vejam também o kit bacana que essa prova oferece. Muito bonito! É uma delícia desfilar por aí com essas camisetas de provas esportivas. Dá um "ar" diferente e as pessoas sempre olham! Abraços!!

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Meus primeiros 5km

Hoje vamos conversar um pouco sobre essa distância. Faz um bom tempo desde que consegui completar minha primeira prova de 5km. Fui incentivado pela minha mãe, em uma prova que foi realizada no Setor Jaó. Prova bacana, nada muito exigente. Naquela altura, uma sensação de adrenalina, misto de realização, ansiedade e alegria. Meu pai e minha mãe participaram também. Ambos "voaram" e eu, a humildes passos, encarando cada pedaço daquele trecho. Conclui em 39 minutos. Ficou marcado na memória, as pessoas, dos quais muitos rostos conhecidos, e as muitas sensações gostosas que senti no término da prova principalmente.

Comecei a treinar cerca de 2 meses antes. Com pouca experiência no assunto, recorri a planilhas que vi em um site especializado e unindo com meu prévio conhecimento teórico sobre o assunto. Ainda eram muitos conceitos e termos que não me eram presentes, pois naquele tempo, minha atuação era exclusivamente na Educação Física escolar.

Desde então, muitas provas se sucederam. Com isso, o ganho de prática, metodologia, entendimento foi crescente. Para que fique simples de entendimento, coloco alguns tópicos sobre o que devemos considerar sobre os 5km;
  • Não menospreze essa distância. Para o corredor iniciante, mesmo que bem treinado, é uma prova longa e cansativa. Somente com treino e "rodagem" que o desafio vai ficando mais facilitado.
  • Todo iniciante peca em "sair" correndo por aí sem orientação. Criam teorias, escutam erradamente outros corredores e com isso, as lesões, traumas são companheiros que andam grudados. Mas o pior é aquele que por pura falta de informação, orientação, deixa de correr depois de um episódio desastroso de lesão ou alguma situação do tipo.
  • Cuidado com tudo que se lê. Principalmente oriundos de sites e revistas de beleza. Muitas são desprovidas de embasamento científico. Prefira revistas especializadas no assunto, ainda assim, tenha cautela em seguir planilhas de treinamento propostas por estas. Cada indivíduo é de uma maneira. Somente um profissional habilitado pode fazer os ajustes e adequar uma planilha própria ao seu caso.
  • Para o corredor iniciante, siga o treinamento proposto, cumprindo inclusive os dias de descanso. O sucesso do treinamento depende muito da maneira como você trata seu corpo.
  • Com cerca de 6 meses de treinamento, essa distância vai se tornando confortável, "curta", possibilitando ao corredor alçar outros objetivos, como o ganho de velocidade, impactando, claro, na diminuição do tempo gasto.
  • No dia da prova, leiam as orientações que farei em meu próximo post, quando farei análise sobre a prova do dia 27 de Fevereiro, da Unimed.

SUGESTÃO DE TREINAMENTO:

A idéia do treinamento para o iniciante é simples. Vamos considerar um sujeito de 35 anos de idade, com sobrepeso, nunca praticou corrida de rua, sedentário há 15 anos, ocasionalmente jogando um futebolzinho de 3 em 3 meses, uma caminhadinha a cada 4 meses quando a consciência pesa. Não há nenhuma queixa em relação á saúde, apresenta todos os exames normais e me apresenta o Atestado Médico estando apto para praticar atividade física.

Paciência é a palavra de ordem. O treinamento evolui de forma lenta e gradativa. Nas duas primeiras semanas:

2ª Feira: Educativo de corrida, caminhada regular por 35 minutos.
4ª Feira: Educativo de corrida, caminhada regular por 40 minutos.
6ª Feira: Educativo de corrida, caminhada regular por 45 minutos.

Nessa primeira semana uma carga tranquila, em que o objetivo é fazer com que o corpo deste indivíduo perceba que está havendo atividade, movimento. Os educativos servem como aquecimento também, em que o objetivo maior é ensinar os movimentos, a postura corporal correta durante o exercício.

Na segunda semana a mesma proposta, com algumas mudanças. No lugar dos educativos, um aquecimento usando elementos do Treinamento Funcional. A caminhada permanece, com a diferença que pedirei que aumente um pouco a velocidade da caminhada, sendo que na 4ª Feira, trote nos 5 minutos finais e  na 6ª Feira trote nos 10 minutos finais. O trote é como se fosse uma transição da caminhada para a corrida. É um ótimo exercício e seu corpo se habitua ao movimento de maneira bem satisfatória. Mas o trote vai ser usado de diferentes formas durante os treinamentos, com diferentes objetivos.

Na 3ª semana de treinamento, propõe-se:

2ª Feira: Aquecimento (15') , 10' CAM - 3'TR -  3x 1'CL/3'CA - 5' Rec
4ª Feira: Aquecimento (15') , 10' CAM - 3'TR -  4x 2'CL/3'CA - 5' Rec
6ª Feira: Aquecimento (15') , 10' CAM - 3'TR -  3x 1'CL/3'CA - 5' Rec

CAM= Caminhada moderada.
TR= Trote.
CL= Corrida Leve.
CA= Caminhada
Rec= Recuperação.

O aquecimento pode ser feito de inúmeras formas. Ele é tratado como parte do exercício. Pular cordas é um ótimo exercício de aquecimento, por exemplo. A caminhada moderada é uma caminhada mais rápida, que gere estímulo. Não precisa se esforçar ao máximo. A idéia é aquela caminhadinha rápida que você faz para chegar a tempo na fila do shopping. (rs) A corrida leve é aquela corrida tranquila, que você irá fazer muitas vezes quando estiver numa praia, num sitio, ou num lugar bacana de férias, tranquilo, com calma para apreciar tudo a sua volta. A recuperação é aquele término sossegado, com a alma lavada pelo exercício do dia. Caminhando lentamente, soltando os músculos, relaxando as articulações.

Na 4ª semana de treinamento, propõe-se:

2ª Feira: Aquecimento (15') , 5' CAM - 5'TR -  4x 2'CL/3'CA - 5' Rec
4ª Feira: Aquecimento (10') , 5' CAM - 5'TR -  4x 3'CL/2'CA - 5' Rec
6ª Feira: Aquecimento (15') , 5' CAM - 5'TR -  4x 2'CL/3'CA - 5' Rec

Na 5ª semana de treinamento, já começo a estimular a corrida, sendo que nos treinamentos, pedirei que o aluno tente correr sempre em um ritmo leve, tempos maiores.

2ª Feira: Aquecimento (15') , 5' CAM - 5'TR -  15' CL - 10' CAM - 5' Rec
4ª Feira: Aquecimento (10') , 5' CAM - 5'TR -  20' CL - 10' CAM - 5' Rec
6ª Feira: Aquecimento (15') , 5' CAM - 5'TR -  15' CL - 10' CAM - 5' Rec

Essa é uma sugestão de treinamento para iniciantes, que nunca correram, mas também não possui nenhum impeditivo para a prática de atividades físicas. Observa-se durante os treinos como está a resposta do individuo, zelando para que ele se sinta bem. Ao sinal de qualquer desconforto, a orientação é parar o exercício e tentar identificar a origem do problema. Dê muita atenção se os sintomas forem palpitações, vertigem ou dor muscular mais intensa e num determinado local.

Após concluir essa planilha, eu vou sugerir para esse aluno, que o mesmo participe de uma prova de 5km. Adiantando aqui agora alguns termos que vocês irão ver bastante por aqui e durante as provas que participarão.

"PACE": É o tempo gasto para percorrer 1km durante uma prova. Mas cuidado para não confundir. Cada KM você tem um pace. Durante as corridas, o ideal é trabalhar com a mesma média de PACE em todos os km.

"FCM": Frequência Cardíaca Máxima é o número máximo de batimentos que seu coração é capaz de efetuar em um minuto. De uma maneira genérica, usou-se muito a fórmula: 220-idade. (Ex.: 220 - 30=190, portanto FCM= 190). Parâmetro muito usado para calcular as zonas de treinamento do indivíduo. Quando conversar sobre isso por aqui, exponho fórmulas mais atuais e mostro como se usa isso no treinamento.

"IMC": Essa muita gente sabe. É o índice de massa corpórea. Há formulas mais atuais e muitas considerações a se fazer quanto aos achados desse índice. De maneira genérica calcula-se como sendo IMC= PESO/ALTURA².

Para não ficar extenso, encerro esse post aqui, sendo que no próximo virão detalhes e uma visão mais técnica do que é os 5km. Obrigado e até lá.







segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Calendário Corridas de Rua em Goiânia - 2016





O calendário de corridas de rua da cidade de Goiânia costuma ser diversificado, com boas opções principalmente no 1° Semestre do ano. No 2° semestre há menos ofertas, razão que passa pelas condições climáticas desfavoráveis visto que entre Agosto - Outubro temos ás épocas mais quentes do ano.

Irei colocar todas as corridas que eu tiver acesso á divulgação e material prévio. Discutirei sempre na véspera, os trechos de cada prova, com dicas para que tenham uma corrida tranquila, bem como dicas de alimentação e outros temas pertinentes.

Coloco aqui as corridas que já estão confirmadas, com prováveis datas e sites para maiores informações e inscrições. Oportunamente, divulgarei provas que ocorrerão em cidades próximas, como Caldas Novas, Pirenópolis e Brasília.


FEVEREIRO



27 de Fevereiro de 2016 - "Dia de Saúde", idealizada pela UNIMED Goiânia, com opção para escolher 3 distâncias ( 3km, 5km. 10km ). Informações e inscrições pelo site: http://veloxsports.com.br/evento/?id=322&area=inscricoes

MARÇO

06 de Março de 2016 - "Circuito Mulher", idealizada pela OPUS, com opção para escolher duas distâncias ( 5km e 10km ). Informações e inscrições pelo site: http://circuitomulher.com.br/site/

13 de Março de 2016 - "Mais pra elas", idealizada pela OAB CASAG, com opção para escolher duas distâncias ( 3km e 6km ). Informações no site: http://www.stracks.com.br/novo/corrida.php?idCorrida=76

ABRIL

16 de Abril de 2016 - " I Mini Maratona da GCM", corrida idealizada plea Guarda Civil Metropolitana de Goiânia, em comemoração ao 28 aniversario da Instituição. Há a possibilidade de participar de 5 km, bem como inscrever seus filhos na prova de 1km, gratuitamente. Largada no Areiao,  às 8h. Maiores informações em http://guardamunicipalgoiania.blogspot.com.br/

17 de Abril de 2016 - Circuito da Longevidade Bradesco, foi criado com o objetivo de incentivar a prática da atividade física, e assim proporcionar uma vida mais saudável. Duas distâncias ( 3km e 6km ). Informações no site: http://sites2.minhasinscricoes.com.br/circuitolongevidade

23 de Abril: Cindy e Zeus –  A Meia que Divulga o Câncer Infantil. Corrida excelente, diferente, em que pode-se correr fantasiado. Haverá percursos de 5, 10 e 21km. Informações no site: http://sistime.com.br/eventos/2016/cindy-e-zeus-a-meia-que-divulga-o-cancer-infantil/


30 de Abril de 2016 - "Maratona Adidas Boost de revezamento", idealizada pela Adidas, será uma corrida noturna, no Autódromo de Goiânia, com várias possibilidades, podendo correr individual como em octeto. Informações no site: http://revezamentonoturno.com.br/

MAIO

1° de Maio de 2016 - “Circuito de corrida nos Parques” apresenta caráter esportivo e social dirigido ao público praticante de corrida de rua em comemoração ao dia do Trabalhador. Terá largada e chegada ao Parque Leolidio de Ramos Caiador, Setor Goiânia 2 em Goiânia - Goiás, com percurso de 6km e caminhada de 3km. Conforme pode ser consultado no site: www.veloxsports.com.br

14 de Maio de 2016: "Corrida Pro Sangue de Goiás" , organizado e idealizado de Associação Atletas de Jesus, com percurso único de 5km, com largada no Parque Areião pontualmente as 8h para PNE e 8h15 para o público geral. Informações no site: http://sistime.com.br/eventos/2016/corrida-pro-sangue-de-goias/

15 de Maio de 2016 - "3ª Edição do Circuito Vida Segura", idealizada pelo Sincor em comemoração aos 30 anos desta entidade, realizarão um evento esportivo, onde haverá percurso de caminhada (3km), corrida de 5km e 10km. Informações no site: http://sistime.com.br/eventos/2016/3a-edicao-do-circuito-vida-segura-sincor/

15 de Maio de 2016:  "Aparecida Correndo pela Vida – Contra o Crack 2016", a Corrida tem como meta a conscientização da comunidade quanto à prevenção e ao uso indiscriminado de drogas, com percursos de 5 e 10km. Informações no site: http://sistime.com.br/eventos/2016/aparecida-correndo-pela-vida-contra-o-crack-2016/

28 de Maio de 2016 - "Desafio 12h das capitais", idealizada pelo atleta Carlos Dias, ultramaratonista (http://www.carlosdiasultra.com.br), no qual parte do valor arrecadado nas inscrições será doado para projetos Educacionais e ao  Hospital GRAACC/ Associação filhos do céu  que trabalha combatendo e vencendo o câncer infantil. Corrida com trecho de 5km unicamente, havendo também a possibilidade de distâncias maiores. Informações no site: http://www.ticketagora.com.br/Evento/2707/desafio-12h-das-capitais---etapa-goiania.aspx?origem=webrun


JUNHO

5 e 6 de Junho de 2016 - "Corre Cerrado", será realizada no Parque Estadual Altamiro de Moura Pacheco. Haverá diversas opções para participação. Caminhada e corrida, com percursos de 6k e 12k. Haverá passeio ciclístico, com diversos percursos e distâncias e também o desafio de Mountain Bike. Promete ser um belo evento. Informações no site: http://www.stracks.com.br/novo/index.php

11 de Junho de 2016: “1ª Corrida da Academia de Polícia Militar” apresenta caráter
esportivo social dirigido ao público praticante de corrida de rua e tem por objetivo
conscientizar a população dos benefícios da prática esportiva. Além do mais, visa aproximar
a população e a Polícia Militar do Estado de Goiás. Haverá também prova infantil, no dia 12/06. Percursos de 4km e 12km. Informações no site: http://veloxsports.com.br/evento/?id=326&area=inscricoes

12 de Junho de 2016: "Desafio Powerade Run", idealizado pela Powerade, organizado pela Hanker,  propõe corrida para todos, com modelo de revezamento e disputa individual, onde há caráter eliminatório. Disputas variando desde os 6km, até 4x800m. Informações no site: http://www.hanker.com.br


18 de Junho de 2016 - " AVT Triathlon ", prova com 750 de Natação, 20km de Bike e 5km de corrida. Pode ser feito individual, em duplas ou trios. Concentração inicial no Alphaville (Condomínio Residencial). Informações no site: http://veloxsports.com.br/evento/?id=325&area=inscricoes

19 de Junho de 2016 - "Desafio dos Romeiros". Prova que contará com percursos de 7km e 16 km, sendo realizado na rodovia dos Romeiros (Trindade). Diferente do ano passado, esse ano pasua a ser organizada pela DL Entretenimento,  que não conheço. Informações e inscrições no site: http://www.ticketagora.com.br/Evento/3028/Desafio-Dos-Romeiros?origem=ticketagora

19 de Junho de 2016 - "Minimaratona Copa Sesc". Você que é apaixonado por corrida não pode perder a Minimaratona Copa Sesc que acontece em 19 de junho, domingo, em Goiânia. As inscrições estão abertas até 14 de junho para os percursos de 5 e 10km. A largada está marcada para às 8h com saída do Sesc Faiçalville, em Goiânia. Inscrições e informações no site: http://hanker.com.br/sesc/minimaratona/

26 de Junho de 2016 - Circuito Caixa, idealizado pela Caixa Econômica Federal, com opção para escolher duas distâncias ( 5km e 10km ). Informações no site: http://circuitocaixa.com.br/#goiania


JULHO

17 de Julho de 2016 - "CityRun",  o evento será realizado no dia 17 de julho de 2016, no período matutino, com percursos individuais de 3k de caminhada, 5 e 10k de corrida. Corrida idealizada pela City Soluções Urbanas, com organização da Sports Mais, nova no segmento. Informações no site: http://sportsmais.com.br/site/

30 de Julho de 2016 - "Circuito Caixa Cross Parques" - Etapa Robson Caetano.   Em completa em 2016 incríveis 10 anos de existência, tendo realizado durante esse período cerca de 80 provas na modalidade Cross Country, de forma pioneira no Brasil. Esta edição contará com oito etapas, com duas distâncias , em média 5 e 10 km; sendo que seis etapas ocorrem em Brasília (três etapas Cross Country e três etapas Desafio Cross), uma em Goiânia e uma em Uberlândia. Informações e inscrições no site: http://www.crossparques.com.br/


AGOSTO

14 de Agosto de 2016 - "Desafio Superar", Serão 6km de Mountain Bike e 4km de corrida em trilhas.
Você pode optar pelo percurso individual ou  dupla ,sendo que o primeiro atleta fará o percurso de  6km de MTB e o segundo  4km de corrida. Informações e inscrições no site: https://www.sympla.com.br/desafio-superar-goiania__69836

14 de Agosto de 2016 - " 5ª Mini Maratona Correndo pela Paz", organizada pela ASCORG, com percurso único de 8km. Informações e inscrições no site: http://sistime.com.br/eventos/2016/14-de-agosto-de-2016-5a-minimaratona-goiania-correndo-pela-paz/

21 de Agosto de 2016 - "Brunch Run 10 Milhas", A prova conta com percursos de 2,5 milhas, 5 Milhas e 10 Milhas, para atletas de ambos os sexos a partir de 16, esta corrida difere das outras por oferecer um espaço gastronômico de livre degustação no fim da corrida. Inscrições e maiores informações no site: www.veloxsports.com.br

27 de Agosto de 2016 - "1ª Mini Maratona Eldorado": O EVENTO “1° Corrida Eldorado” terá largada e chegada no Shopping Plaza D’oro no Bairro Eldorado (Celina Park), em Goiânia-Goiás, com percurso de 5km para corrida e 3km para Caminhada: Informações e inscrições no site: http://sistime.com.br/eventos/2016/1a-corrida-eldorado/


28 de Agosto de 2016 - 5ª Maratona EM Movimento, corrida idealizada para divulgar a doença Esclerose Múltipla. Haverá percursos de 5km, 10km, 21km, 42km. O percurso é muito bom, bem elaborado. Informações e inscrições no site: http://www.ativo.com/evento/5a-maratona-em-movimento-21666/

SETEMBRO

04 de Setembro de 2016 - "New Balance 15k Series - Goiânia" é uma corrida de rua disputada em Goiânia. 1.1 A prova contará com duas modalidades de aproximadamente: Cinco quilômetros (5km) e Quinze quilômetros (15km) e Caminhada (5 km). Informações e inscrições no site: http://www.stracks.com.br/novo/corrida.php?idCorrida=80

18 de Setembro de 2016 - "2ª Corrida SICOOB", vai em sua segunda edição, com elogios favoráveis em relação á 1ª Etapa. Haverá percursos de 05 km e 10 km. Informações e Inscrições no site: http://hanker.com.br/sicoobengecred/

24 de Setembro de 2016 - "Invictus Race - EuroPark", A corrida será disputada na distância de aproximadamente 05 km com 10 obstáculos construídos, para os atletas que não completarem os obstáculos terá uma pena de 20 burpees, flexões braço (ou outra atividade física de acordo com a decisão do comitê organizador do evento), mais um minuto acrescido em seu tempo final. Informações e inscrições em: http://hanker.com.br/invictus/

25 de Setembro de 2016 - "AVT Triathlon - Etapa Vento", Com Natação, Ciclismo e Corrida, a prova terá sua segunda etapa este ano. Informações e inscrições no site: http://veloxsports.net/evento/avt-triathlon-etapa-vento/?area=sobre


OUTUBRO
01 de Outubro de 2016 - "Corrida do Fogo do Setor Caravelas", com percurso único de 6km. Informações e inscrições no site: https://corridaeaventura.com.br/v3b/inscricoes/corrida-e-aventura/238-corrida-do-fogo-do-setor-caravelas-goiania-go


16 de Outubro de 2016 - "Corrida nos Parques, 2ª Edição. Evento que já teve sua primeira edição pelas ruas do Setor Goiânia 2, vai agora em sua 2ª Edição no Parque Areião. Com percursos de 4km e 8km. Informações e Inscrições no site: https://veloxsports.net/evento/circuito-de-corrida-nos-parques-2o-etapa/

16 de Outubro de 2016 -  "Maratoninha Infantil Caixa". Evento exclusivo para os pequenos :). 
Local: no Parque Leolídio Di Ramos Caiado - Rua Júpiter - Setor Goiânica 2, às 9h. Informações: (62) 99269-5623 / 99669-837. Inscrições avulsas pelo email: ccmaratoninhago@gmail.com . Indicar nome completo e idade da criança e nome e telefone do responsável. Site: http://www.maratoninha.com.br/detalhes

23 de Outubro de 2016 -  "7ª Meia Maratona de Goiânia", uma tradição no calendário esportivo de Goiânia, idealizado pela Unimed, sempre realizada em ocasião do Aniversário da cidade de Goiânia. Inscrições (aproveitem e façam o quanto antes, para aproveitarem preço promocional) e informações no site: http://meiamaratonadegoiania.com.br/

23 de Outubro de 2016- "Maximus Race - Corrida de Obstáculos - Etapa Goiânia", A prova terá 17 Obstáculos distribuídos ao longo dos 5km de prova, compostos de blocos de obstáculos de 4 níveis de dificuldades diferentes e aptos a todos os participantes. Informações e inscrições no site: http://www.ticketagora.com.br/Evento/3288/Maximus-Race--Corrida-De-Obstaculos-5Km--Etapa-Goiania

NOVEMBRO
(Anápolis) 05 de Novembro de 2016 - "Music Run", Corrida temática, em alusão ao Halloween. Percurso único de 6km, noturna, na cidade de Anápolis-GO.  Informações e Inscrições no site https://www.centraldacorrida.com.br/musicrunanapolis


06 de Novembro de 2016 - "Rosa Chok", Esta corrida tem o intuito de divulgar e esclarecer o que vem a ser câncer de mama e de Próstata além de incentivar a prática de atividade física regular, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida dos participantes. Informações e inscrições no site: http://www.icesports.com.br/loja 



(Brasília) 13 de Novembro de 2016 - "Asics Golden Run BSB",  A ASICS Golden Run Brasília é o desafio que inspira você a conquistar seu próximo recorde. É a oportunidade perfeita para correr uma meia maratona de padrão internacional aqui no Brasil. Ao longo dos 21K pela Capital Federal, você vai correr em meio a obras arquitetônicas únicas, como o Congresso Nacional, a Esplanada dos Ministérios e o Supremo Tribunal Federal. Inscrições e Informações no site: http://www.asicsgoldenrun.com/golden-run-bsb/info/

20 de Novembro de 2016 - "3ª Etapa Corrida nos Parques", O evento “CIRCUITO DE CORRIDA NOS PARQUES 3ª ETAPA – EDIÇÃO 2016” terá largada e chegada no Clube SESI - Ferreira Pacheco, Av. João Leite, 915 - Santa Genoveva, Goiânia – Goiás, com percursos de 4km e  8km. Informações e inscrições no site: www.veloxsports.com.br

27 de Novembro de 2016 - A “VII Corrida TRT Goiás 18ª região” é um evento de iniciativa esportivo–social com realização da Associação dos Servidores Da Justiça Trabalhista do Estado de Goiás (ASJUSTEGO) voltada ao público praticante de corrida de rua. Haverá ainda a maratoninha infantil, realizada um dia antes, vejam no site maiores informações. A corrida no Domingo terá percursos de 5 e 10km. Informações e inscrições no site: http://hanker.com.br/corridatrt/.
 
(Caldas Novas) 27 de Novembro de 2016 - "3ª Meia Maratona Internacional de Goiás", A prova realizada num dois principais pólos turísticos do Estado, promete ser um dia de muita festa e alegria. As inscrições serão abertas em Outubro e acreditem, será gratuito! Garanta logo a sua!! Informações no site: http://www.meiamaratonagoias.com.br/site/

DEZEMBRO

03 de Dezembro de 2016: "Corrida do Papai Noel", caminhada e corrida para todos os públicos, inclusive crianças, com a distância de 1k. Informações e inscrições no site: http://veloxsports.net/evento/corrida-do-papai-noel-2/?area=inscricoes

04 de Dezembro de 2016: "5ª Maratona de Saúde Drogaria Plus", O evento 5ª MARATONA DE SAÚDE DROGARIA PLUS é uma iniciativa de caráter esportivo - social voltada para o público interessado em se exercitar por meio da corrida/caminhada de rua. Distância única de 5km. Informações e inscrições no site: http://www.drogariaplus.com.br/

04 de Dezembro de 2016: "7ª Volta da UFG", A Volta da UFG é um evento que foi criado em 2010 para celebrar os cinquenta anos da UFG, e ao chegar à sua sétima edição se consolida como um evento de congraçamento de toda a comunidade da UFG; Constituída de caminhada e corrida, com percursos de, aproximadamente, 5 Km e 10 Km, respectivamente, mantendo-se como a única corrida de rua totalmente gratuita. Informações e inscrições no site: http://eventos.ufg.br/SIEC/portalproec/sites/gerar_site.php?ID_SITE=11741

10 de dezembro de 2016: "1ª Corrida dos Árbitros e o Espírito Paralímpico", A Corrida dos Árbitros e o Espírito Paralímpico é de caráter esportivo-social voltada ao público de corredores de rua, com o objetivo de aproximar os árbitros de futebol da sociedade. Ao mesmo tempo estimular a prática de esportiva saudável, como meio de superação das adversidades e melhora da autoestima. Com distâncias de 5k e 10k, informações e inscrições no site: http://sistime.com.br/eventos/2016/1a-corrida-dos-arbitros-e-o-espirito-paralimpico/

18 de dezembro de 2016:  "DESAFIO BOPE II",  será realizado no Parque Estadual Altamiro de Moura Pacheco (PEAMP), Br-153 sentido Goiânia –Brasília, após o Posto da Polícia Rodoviária Federal, com concentração à partir das 6h00, e largada à partir das 7h30 com um percurso aproximados de 8 km de corrida de obstáculos em trilha que simula um treinamento da preparação dos " CAVEIRAS" reconhecidos por serem os policiais de elevado preparo técnico, tático e psicolólogico. Informações e Inscrições em: http://www.stracks.com.br/site/corrida.php?idCorrida=82


Aos poucos, vou inserindo novas corridas. Estas que citei aqui, são corridas que já estão com inscrições abertas e possuem informações suficientes, para que o atleta possa se preparar adequadamente caso optem por participar. Sempre estarei colocando dicas para realizar uma boa corrida, normalmente nos dias anteriores da prova, com análise do percurso e sugestões para realizar as provas.

Um grande abraço a todos.



quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Aquecimento x Alongamento x Atividade Física

Me recordo ainda hoje dos tempos de Ginásio, nos anos 90, dos "rituais" que precediam as aulas de Educação Física. Sempre havia os tradicionais alongamentos, com vários exercícios que englobavam diversos segmentos do corpo, seguidos de polichinelos ou corridinhas curtas em zigue zague ou linha reta. Havia então essa idéia fixa de sempre alongar antes dos exercícios. Não me lembro de ter ouvido a palavra "aquecimento" tantas vezes quanto o alongamento.

Na minha formação acadêmica, continuou-se essa linha de atuação, com cada modalidade específica trabalhando diversos tipos de alongamento, conforme a atividade exigia. Por exemplo, nas aulas de Futebol, uma ênfase maior nos músculos da perna, enquanto que no Voleibol, ênfase maior nos músculos das costas e braços. Ou seja, cada modalidade seguia uma tendência de alongamento marcada por características dos movimentos ali predominantes.

Segui essa linha de trabalho desde o início de minhas atividades profissionais. Sempre alongando, curtos aquecimentos e a execução da atividade física planejada. Há cerca de três anos atrás quando me preparava para uma corrida de rua, um colega também professor de Educação Física me disse:

- Ricardo, não se faz alongamento mais antes da corrida, somente depois. Faça somente um aquecimento bem caprichado e pronto.

Fiquei com aquilo no meu pensamento, ao ponto de pensar que estava de fato ultrapassado. Porque não havia um debate tão acalorado sobre esse assunto. A metodologia dos treinamentos, aulas que propúnhamos, sempre previa esse alongamento antes.

Fui então atrás de discussões e artigos sobre o tema. Encontrei bastante material, mas em sua maioria somente impressões, e uma pequena parcela de estudos científicos. Com base nesses estudos e leituras constantes, percebo que o tema ainda está longe de haver um consenso. Mas boa parte deles não relacionam a falta de alongamento/aquecimento antes da atividade física como fator de aparecimento de leões osteomusculares. Ou seja, constatavam que alongar/aquecer antes não ajudava antes do exercício ou provocava melhora de performance durante a atividade, sendo que o alongamento em alguns casos aumentava a probabilidade de lesões durante o exercício. Me permiti então mudar a metodologia de trabalho de acordo com o que julguei mais sensato e sobretudo, com uma base científica mais palpável.

Com base na minha experiência prática, avaliação minuciosa de detalhes, substituí os alongamentos, por trotes antes das corridas, ou exercícios de aquecimento. O resultado foi bastante positivo. Nunca tive sequer uma lesão nesses últimos três anos. Anteriormente, coincidência ou não, já havia tido lesões musculares, mas não saberia dizer se foi provocado pelos alongamentos.

Por fim, passei a difundir essa metodologia de trabalho entre os que eu acompanhava. Nunca tive um relato negativo. Melhor ainda, permitiu que minhas aulas fosse mais proveitosas, com a inserção de aquecimentos dinâmicos e variações com o treinamento funcional. Para chegarmos no ponto crucial da discussão, diferenciemos alongamento de aquecimento.

O aquecimento consiste em movimentos repetitivos e rápidos, que aumentam a temperatura do corpo, preparando-o para a prática esportiva. Ele é responsável por aumentar a circulação sanguínea, melhorar o desempenho durante o treino, lubrificar as articulações, prevenir lesões e deixar o corpo mais flexível. Já o alongamento, um movimento lento que busca a elasticidade máxima do músculo, ajuda a reduzir a dor muscular e a acelerar a recuperação.

Considero o alongamento então, como um exercício que deve ser feito, mas sempre em dias intercalados das corridas. O aquecimento, sempre, pois é o que nos prepara para a atividade e ajuda a encontrar o ponto ideal para um ótimo inicio de corrida, em que podemos desenvolver a velocidade pretendida já desde o começo.

Salvo casos específicos, sugiro então um aquecimento antes da corrida, que pode ser feito em forma de trote. Ex.: Em uma corrida de 5k, fazer cerca de 10 minutos a uma velocidade baixa, quase marchando antes do inicio da prova ou exercício. Não é regra, mas o ponto ideal é quase naquele momento em que você começa a transpirar, a respiração está mais regular, os batimentos cardíacos estão em consonância. No fim da atividade, um alongamento simples não está contra indicado. Mas antes da atividade física, hoje não recomendo mais, com base em experiência prática e em relatos dos amigos, alunos que acompanho e sobretudo, amparado por diversos estudos científicos.

É um tema complexo, longo. Tentei ser sucinto na medida do possível, de forma que vocês pudessem entender esse tema de uma maneira satisfatória. Surgindo dúvidas, ou se quiserem discutir mais sob outros olhares, fiquem a vontade! Todo dia se aprende mais um pouco.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Sugestão de Leitura

 Recomendo a leitura deste livro a todos os corredores e não corredores. Trata-se de uma leitura leve, com diálogo cativante com muitas informações pertinentes. Não se trata de livro didático. É um relato de experiência pessoal, combinada com várias histórias e informações bastante úteis. Narra de forma real os anseios e dificuldades dos corredores. Sem florear, expõe os sentimentos de medo, arrependimento que nos acometem nos momentos mais tensos da corrida. Mas assim como ele, concordo com uma coisa. O melhor sempre está no final. A sensação de alma lavada, consciência limpa! Leiam!

Apresentação

Bem vindos! Este blog foi criado com a intenção de interagir com os alunos de minha assessoria esportiva, bem como para o público em geral, com informações sobre atividade física, corrida de rua, calendário das principais corridas de rua de Goiânia e do Brasil e assuntos pertinentes. Espero que gostem e sobretudo, compartilhem ideias, impressões comigo, para que eu possa estar em constante aprimoramento e cada vez mais qualificando o trabalho que desenvolvo.

Meu nome é Ricardo Carneiro Rocha, 30 anos, formado na Pontifica Universidade Católica de Goiás, com o título de Licenciatura e Bacharel em Educação Física. Possuo Pós-Graduação na Universidade Federal de Goiás, em Atividade Física, Saúde e Educação. Trabalho na Secretaria Municipal de Educação e Esportes de Goiânia, como Professor e na Secretaria Municipal de Administração, como Especialista em Saúde, atuando na Academia Esportiva do Paço Municipal. Sou registrado pelo Conselho Regional de Educação Física ( CREF-GO/TO 002325-G ).

Estou desde 2011 envolvido com corrida de rua, onde me iniciei como praticante desta modalidade. O interesse surgiu por vários fatores, sendo o mais importante a possibilidade de realizar atividade física em locais abertos, com grande variação de paisagens e constante quebra da monotonia. Desde então, venho aprimorando técnicas, buscando conhecimentos, testando inúmeras planilhas de treinamento de corrida, e ido participar de diversas provas no circuito tanto em Goiânia, como fora do Estado também, como a São Silvestre, em São Paulo.

Na medida em que os conhecimentos teóricos e práticos sobre corrida, treinamento desportivo, preparação física ganharam forma e volume, comecei com consultorias simples e gratuitas para amigos, colegas de trabalho e familiares. Para o ano de 2016, coloco um desejo antigo de oferecer para todos uma assessoria de corrida e treinamento, fruto de um planejamento que acontece desde 2013. Venho me preparando desde então e principalmente, estruturando minha vida profissional, para que eu possa me dedicar a esta atividade de forma plena e satisfatória.

Espero todos vocês comigo nesta jornada que se inicia agora! Um grande abraço a todos e vamos correr!