quinta-feira, 2 de março de 2017

Dicas e Percurso comentado do Circuito Mulher 2017


Oii!!! Tudo bem?! Post dedicado as mulheres já que essa corrida será exclusivamente feminina! Então... estão no esquema "corre mulherada"? Queimando tênis, sorrindo e esbanjando beleza, vitalidade e sorrisos? Antes de qualquer assunto aqui, aproveito para deixar um singelo cumprimento pelo próximo dia 08 de Março, dia exclusivamente seu. Há poesias, textos, cantos belíssimos que poderiam se traduzir em palavras bonitas, sutis, para dizer a você, mulher, os sinceros agradecimentos e realce a sua importância frente a vida. Então, em palavras simples, Feliz Dia da Mulher! Vocês são inspiradoras!  Mas mulher corredora... É ainda mais inspiradora, fantástica. Eu particularmente fico fascinado em ver a quantidade de mulheres que optam pela corrida e nos trazem suas enriquecedoras histórias de vida e superações. Mas acima de tudo, trazem um humor, suavidade em meio a esse esporte um tanto solitário ás vezes.

Nesse próximo Domingo, dia 05 de Março, acontece mais uma corrida do Circuito Mulher, organizada pela excelente Hanker e idealizada pela UNIMED Goiânia. Corrida exclusivamente feminina, prometendo ser um belíssimo dia. Goiânia tem intercalado dias de sol, com chuvas esparsas. Nesse próximo Domingo, segundo o site www.climatempo.com.br, há previsão de tempo aberto, com chuvas rápidas. Vamos dar uma conferida?


A previsão de tempo sempre é recorrente em meus posts sobre as corridas de rua em Goiânia. Sempre justifico dizendo que fatores como sol, chuva, umidade interferem de maneira direta no desempenho de cada um durante a corrida. O horário da largada às 07h30 já começa a brotar um sol. Depois do término do horário de verão eu sinto mais dificuldade em treinar nesse horário, muito em função do sol. Grande maioria dos atletas ou treinam logo cedo por volta das 06h ou treinam no fim da tarde, após as 17h. Quem costuma levar vantagem nessas corridas são justamente as atletas que correm em horários diversos, sob presença de sol. É uma questão lógica. Quem treina diariamente as 19h e de repente vai para uma corrida as 07h30 da manhã sente bastante, o que é normal. Portanto, um dos segredos para ajudar bastante de forma que seu desempenho não fique aquém é se hidratar bastante durante a corrida e procurar se refrescar da melhor forma possível. 

PRÉ-CORRIDA: Analisando os percursos aqui pude observar muitas semelhanças com o feito na Corrida da TRT em Novembro do ano passado. Você que correu essa prova, vai entender muito bem o percurso dessa corrida da Mulher. É um percurso com dificuldades, boas subidas. Não é uma prova tipicamente plana. Há um grau de dificuldade presente, mas que você tira de letra. Basta entender por onde vai passar, saber seus limites e deixar acontecer :) Procure se aquecer antes da prova com trotes leves e alongamentos dinâmicos. Um bom parâmetro para saber se você está no "ponto", é mais ou menos assim: Faça o trote e quando começar a suar um pouco, sentir o batimento cardíaco mais "normalizado", adaptado, você já está pronta para começar a prova no seu ritmo desejado. Um bom aquecimento pré corrida sempre se mostra eficaz na corrida pois você consegue manter um ritmo tranquilo durante a prova, dentro do que deseja. Essa coisa de chegar na corrida, não se aquecer e ir direto pra largada muitas vezes se mostra um risco desnecessário, a não ser que você já vá com a intenção de começar se aquecendo durante a prova e logo mais a frente busque seu ritmo desejado.

Vamos então dar uma olhada no percurso de 5km. Como eu tenho feito nos meus posts mostrarei fotos do percurso, visão geral, comentários e detalhamento km por km, de forma mais resumida possível, para que essa leitura não fique extensa demais.

Vejamos o percurso disponível no site da organizadora. (http://circuitomulher.com.br/2017/)


Considerei esse percurso com notável grau de dificuldade. Não é uma prova tipicamente plana. Há bons desafios aqui. Pensem nessa prova em quatro momentos distintos. Os primeiros 500 metros, são bastante tranquilos, com descida. Na empolgação há quem queria dar uma de Marion Jones aqui. Cuidado. Use esse momento para sentir a prova. Nesse momento, passa-se pela largada, nas redondezas do Goiânia Shopping. A segunda parte é uma subida significativa, por pelo menos 1km. Essa subida acaba ali na T-63. Numa terceira parte, descida para recuperar as energias permanecendo tranquilo até chegarem na T-9. Numa última parte, predomina subidas não muito elevadas, mas persistentes até o fim de prova. A idéia aqui é entender que a prova apresenta muitas variações, tornando ela ainda mais desafiadora.

KM 00-01: Imediações Goiânia Shopping//Av. T-15//Av. C-235//Rua 238 - Nesse trecho inicial metade descida, metade subida.
 
 


KM 01-02: Rua 238//Rua C-182//Av. T-63 - Trecho predominantemente em subida, sendo o trecho mais pesado da prova, na minha opinião.

 
 

KM 02-03: Av.T-63//Rua C-152 - Trecho todo de descida. Aproveite aqui para restabelecer o fôlego e se preparar para os últimos 2k.


KM 03-04:  Av. T-9//Av. T-3 - Trecho com subida. Não muito elevada, mas persistente.


KM 04-05: Av. T-3//Av. T-15//Goiânia Shopping - Trecho com subida. Não muito elevada, mas persistente.


Que percurso... eu adorei! Dá uma vontade danada de correr... mas o dia é somente das mulheres.. Mas coloquei esse percurso para fazer em um dia qualquer. Vamos então dar uma olhada no percurso de 10km.

Comparando os dois percursos, observamos que os primeiros 2km e os últimos 2km são comuns a todos. Nesse sentido, permanece a idéia do que escrevi logo antes. Nessa prova, também vamos entender ela em três momentos. O primeiro, como disse antes, se dá pela boa descida no começo de prova, seguido de subida, com descida e trecho favorável em praticamente toda a T-63. Em um segundo momento, observe a altimetria e verá a forma similar a um quebra-mola, indicando subida/descida. Esse trecho de oscilação termina ali na T-9. Num terceiro momento, prova predominantemente em subida até a chegada. Trecho esse que se inicia na T-9 também.

KM 02-04: Av. T-63 -  Trecho praticamente em descida, com aclive significativo já na altura do km3,5.

 


KM 04-05: Rua V-5//Rua Vila 10//Rua Incas//Avenida São Carlos - Trecho predominantemente em subida, naquela parte que citei sobre o "quebra-mola". Ressalta-se ainda, que nesse trecho há muitas curvas e passamos por várias ruas.
 
 
 
 


KM 05-06: Praça da Fé//Av. São Carlos//Av. Afonso Pena - Trecho bom para recuperação, predominantemente em descida.


 


KM 06-08: Av. T-9 - Trecho predominantemente em subida, na minha opinião, trecho de maior dificuldade, muito pelo desgaste acumulado durante os últimos 6km. Vale prudência aqui, afim de se ter um bom fim de prova. 

 

Novamente, que percurso bacana!! Finalizo esse post dizendo para cada uma de vocês que aproveitem esse dia, essa corrida. Correr em paz, com alegria. Nada de se cobrar, ficar nessa paranóia de ritmo, Pace. Tenho uma conduta com meus alunos e alunas em que prezo primeiro a alegria em correr. Resultados, RP, são coisas que vêm com o tempo, de forma natural, sem cobranças. Corre mulherada! Para ser feliz e por uma vida plena!! Satisfação imensa em escrever mais um post. Espero que gostem!! Abraços!!

Como não poderia faltar, segue foto do kit, que vai ser entregue somente no Sábado, dia 04/03, das 14h as 22h, no Goiânia Shopping, piso 2. ( Informações extraídas no site da organizadora).


Grande Abraço.
Professor Ricardo Carneiro
ricardo.aesp@gmail.com

Sempre. Em tudo!